Notícias

Abratel participa de cerimônia de migração AM/FM; segundo Kassab, radiodifusão vive extraordinário momento no Brasil

27095313969_0c15567cdc_k

Nesta terça-feira (6), o Ministério das Comunicações realizou o último mutirão do ano para migração de emissoras de rádio AM para FM. O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, recebeu empresários, diretores e entidades da radiodifusão para marcar a mudança de faixa de 58 rádios de todo o País. Com essas, o número de migrações sobe para 627.

Mais de 1.300 rádios, de um total de 1.781, solicitaram a migração. Outras 356 aguardam o desligamento do sinal analógico de TV que vai liberar espaço para a faixa estendida de FM. A Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel) acredita que, ao migrar para o FM, a melhora do sinal repercute diretamente no faturamento e na audiência dessas rádios, o que gera mais empregos e garante a sobrevivência desses veículos.

Álvaro Vasconcelos, diretor-geral da Abratel, durante discurso na Cerimônia de Migração de rádios AM para FM

Álvaro Vasconcelos, diretor-geral da Abratel, durante discurso na Cerimônia de Migração de rádios AM para FM

Para Álvaro Vasconcelos, diretor-geral da Abratel e representante do presidente da Associação, Márcio Novaes, a migração é um passo importante e demonstra a força que esse meio de comunicação possui. “O rádio é um veículo que a cada dia que passa se tona mais tecnológico e moderno. Enquanto muitos meios de comunicação ainda caminham rumo à mobilidade, o rádio já é móvel há anos. Dessa forma, consegue levar um conteúdo livre, gratuito, aberto e de qualidade a milhões de brasileiros”, afirma.

O ministro Gilberto Kassab afirmou que a radiodifusão vive um extraordinário momento no Brasil: “Ao longo  dos últimos meses, em um trabalho conjunto entre o Poder Público, Ministério e setor de radiodifusão, tivemos avanços notáveis que em nenhum outro momento houve com tanta intensidade.”

A Abratel acredita que, em um cenário cada vez mais tecnológico, é importante unir forças e deseja construir com todas as associadas o futuro da radiodifusão no País.

Por Paulo Pimenta
Assessoria de Comunicação da Abratel

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SALA DE IMPRENSA